Tenta lembrar um pouquinho de como foi a infância. Tenha você passado fazendo bolo de lama num quintal ou jogando vídeo-games com os amigos. Não importa se na roça ou na cidade, infância é sempre uma época cheia de descobertas onde um mês parece um ano e num dia da para fazer um montão de coisas.

É nessa ambientação inocente e tranquila que se passa o quadrinho independente Goiaba, co-produzido por Nicolas Maia e João Luiz. O título está em campanha pelo Catarse para arrecadar fundos e já alcançou cerca de 40% de sua meta. Ficou interessado? Dá uma olhada aqui no que esperar da história e não esquece de colaborar com o projeto.

O dia em que todo dia era bom

Goiaba conta a história de dois amigos, João e Caio. Eles passaram a infância toda juntos, sempre brincando com as coisas mais imaginativas possíveis e vivenciando várias descobertas e momentos incríveis. Eram verdadeiramente melhores amigos, até receberem a trágica notícia que o destino resolveu separá-los.

Numa fase em que brincar é a melhor coisa do mundo e que um ano parece durar para sempre, a notícia de que eles vão precisar se despedir acerta os garotos como um trem a toda velocidade. O quadrinho promete explorar as complicadas emoções da dupla com um traço suave e bastante convidativo.

Conheça os autores

O traçado é responsabilidade do ilustrador Nicolas Maia, em seu segundo trabalho como quadrinista, mas a história surgiu de uma maneira inusitada das mãos do publicitário João Luiz. Na verdade, a narrativa nasceu em sua cabeça como um curta-metragem, só que ela combinou tão bem com o estilo do Nic que acabou se tornando esse adorável quadrinho.

Claro, não podemos deixar de lembrar que Nic Maia também será um dos expositores da aguardada Poc Con 2019. Além de levar o próprio Goiaba, Nic também deve levar prints de suas ilustrações de Star vs As Forças do Mal, entre outras obras das quais ele é fã. Para ficar ligado no trabalho dele, só seguir seu Instagram que sempre tem artes novas de aquecer o coração.

Pela Tangerina

Para sair da ideia, Goiaba tem até o dia 26 de maio para arrecadar R$4000 reais. No momento, o projeto já arrecadou cerca de 40% de sua meta e precisa de sua ajuda.

Ao colaborar com o projeto você pode levar para casa diversas recompensas. Caso a grana esteja curta, tem como adquirir uma cópia digital por R$10. Já com R$20 você consegue uma cópia física autografada do quadrinho. Quem puder ajudar ainda mais vai ganhar desde marca páginas, postais, uma cartela de adesivos da fofíssima gatinha Tangerina, até uma ilustração personalizada (as famosas comissions).

Se ficou interessado, é só entrar na página do Catarse para saber mais sobre o projeto. O mais legal de colaborar com projetos como estes é saber que o nosso suado pink money estará incentivando a produção artística de pocs como nós, o que é sempre bom, né?

Show Full Content
Previous Poc Con 2019: conheça os artistas confirmados na Comic Con mais gay do Brasil
Next QAG Origins: Viúva-Negra – A Origem da Heroína
Close

NEXT STORY

Close

“What About Us”, ouça o novo single de P!nk

10 de agosto de 2017
Close