A cultura do terror tem suas histórias pelo mundo todo. Todas as formas de arte interpretam os assustador, até mesmo as revistas em banda japonesas. A cultura asiática é mestra em tirar nosso fôlego, nos fazer transpirar e correr pra cama da mamãe. Veja os filmes: Chamado, Grito, Espíritos, todos clássicos do terror nipônico, mas estamos aqui pra falar de outra mídia. Animes e Mangás.

Preparei uma lista especial. Ao invés de listar um bando de títulos eu decidi escolher um tema para cada um. Pois então, 7 Animes inspirados nos monstros do horror. Teremos vampiros, bruxas, demônios e zumbis. Será que consegue acompanhar tudo sem fechar a tela?

 

Frankstein. Tokyo Ghoul. 

Ken de Tokyo Ghoul animes

Eu meio que roubei aqui. Tokyo Ghoul não fala de criaturas criadas pelo homem, que se rebelam. Shingeki no Kyojin caberia melhor, inclusive fica a dica. Porém, irei explicar o porquê.

A história narra a pacata vida do tímido Ken Kaneki. Um dia ele aceita ter um encontro com a bela e gentil Rize, que se revela ser um monstro. No anime, Ghouls são criaturas pensantes, que se alimentam de carne humana, e vivem entre os humanos. O pior pesadelo da humanidade. Ken tem sorte e sobrevive ao ataque de Rize, mas no hospital ele recebe transplantes de sua predadora. Devido a cirurgia ele se torna meio-ghoul e precisa aprender a viver com sua nova condição e fome por carne humana. Ta explicado agora.

 

 


Vampiro. Hellsing.

Allucard de HellsingImagine que os nazistas não morreram por completo, e eles se tornaram… vampiros. E além disso, desejam transformar a população de uma aldeia em um exército de zumbis escravos. Em meio a isso existe a Hellsing, uma organização que combate ameaças sobrenaturais. Um vampiro, Allucard, é o membro mais poderoso e combate horda de monstros. O anime é bem sangrento e você precisa se preparar pra chuva de sangue e tripas.

Destaque para a parceira de Allucard, Seras. Uma detetive que é encontrada quase morta pelo vampiro. Ele lhe da a escolha de morrer, ou se tornar um vampira. Seras aceita a proposta, e enquanto combate os monstros, passa a questionar sua nova realidade como um deles.

 

 


Bruxa. xxxHolic.

Yuuko e Kimihiro de xxxHolicO menos assustador anime da lista, é também um dos mais divertidos e bem produzidos. O templo da rainhas do shõjo, mais conhecido como Estúdio Clamp, foi responsável por xxxHolic. Kimihiro Watanuki é um atrapalhado adolescente que tem o poder de ver espíritos. Cansado de ser atormentado pelas entidades, ele vai parar na casa da bruxa Yuuko. A sedutora mulher lhe promete tirar sua estigma, se ele em troca se tornar seu “faz-tudo”. A troca parecia justa, até que Kimihiro se vê obrigado a fazer coisas insanas e inimagináveis.

 

 

 


Demônio. Jigoku Shoujo.

Ai Enma de Jigoku ShoujoImagine que você tem aquela sua inimiga. Que você quer se livrar das invejosa, ou daquele @ que ta de olho no seu crush. Em Jigoku Shoujo, um site fica online sempre a meia noite. Se você colocar o nome de alguém a alma dela será caçada até a morte. Não tá afim de ir tão longe? Você se surpreende até onde as pessoas podem ir por vingança ou raiva.

Porém, nem tudo são flores. A “kawai-desuAi Enma, mais conhecida como Hell Girl (garota do inferno), não julga seu pedido. Botou o @ lá, ela carrega direto pro inferno, mas tem um preço. A passagem tem direito a acompanhante, e quem colocou o nome vai junto nesta viagem só de ida. Que coisa mais fofa!

 

 


Zumbi. Gakkougurashi! (School-Live!)

Gakkougurashi! (School-Live!)As imagens deste anime podem te enganar. Olha que meninas fofas, best friends, vivendo numa escola…. cercada de zumbis! O nome é complicado, então vou chamar de School-Live. Depois de o apocalipse zumbi tomar o mundo, um grupo de alunas se protege dentro dos muros de uma escola. A trama monstra como elas lidam com a situação tão intensa, e assustadora, mas sem perder a inocência. School-Live foi uma das surpresas do Shoujo.

Sempre com roteiros mais simples ou beirando ao infantil, este anime foge disso. Apesar das meninas tentarem se divertir e sorrir, a morte, violência, carnificina e terror não fogem completamente do roteiro.

 

 


Fantasma. Another.

protagonistas de AnotherEnsino Médio é um horror a parte. As vezes pior que muito filme de terror. Bullying, adolescencia, amizades, problemas. Mas nada se compara a turma desta escola. O colegio Yomiyama North tem sua própria história de fantasmas. Misaki era o aluno ideal da classe 3-3, mas morreu no final do ano escolar. Desde então um ar de mistério e medo ronda a cidade onde ele vivia.

Mesmo depois de vinte seis anos o clima não mudou. Um garoto é transferido para a classe, Kouichi Sakakibara. Seus colegas também carregam uma áurea pesada, e resta a ele fazer amizade com a misteriosa garota que usa tapa-olho, Mei Misaki. Uma onda de acontecimentos assustadores assola a classe, e cabe a Kouichi e Mei desvendar o segredo da sala 3-3.

 

 


Alien. Gantz.

GantzO clássico do gore não poderia faltar. (Não pesquisem gore no google, eu avisei). Gantz trouxe muita evolução pro mercado de animes, incluindo um dos primeiros a usar efeitos digitais. A história é sobre Kei Kurono, que se acidenta no metro, tentando salvar uma pessoa que caiu no trilhos. Ele acha que morreu, mas é transportado para um quarto junto com outros estranhos. Um orbe esta no centro do local, e em uma tela passa instruções ao grupo. Eles agora trabalham para um força alienígena. Sua missão é caçar seres extraterrestres que vieram até a Terra ameaçar a paz. Parece bem empolgante, mas se prepare para muitas decapitações, explosões de sangue e vísceras. Gantz foi um dos animes mais bem sucedidos do Japão, ganhando versões pro cinema e tv.

 

 


Menções Honrosas

Alguns animes merecem estar na lista também, mas não se encaixaram nos temas acima. Confira:

 

Purgatório. Death Parade.

Death ParadeImagine que você teve uma segunda chance. Você está morto, mas pode conquistar sua alma para o caminho do paraíso. Basta apenas vencer um jogo de dardos, ou uma aposta certa no jogo de cartas. Em Death Parade, entramos num bar que serve de purgatório. As pessoas nem sonham que suas vidas se foram, e entre bebidas e partidas verdades sobre suas trajetórias são reveladas. Desse modo elas são guiadas para seu destino final.

 

 

 

 

 


Maldição. Ousama Game (King’s Game)

Nobuaki Kanazawa de Ousama GameO estreiante da temporada de Outubro do animes, baseado numa visual novel. Um garoto tem um passado misterioso e é transferido para uma nova turma. Seus colegas e ele recebem um e-mail do “Rei”. Todos estão presos num insano jogo, em que devem acatar as ordens do anônimo líder. Quem não obedece acaba morto. O garoto, Nobuaki Kanazawa não acredita em seu azar, pois ele sobreviveu ao último “Jogo do Rei”, e agora está preso em mais um.

 

 

 

 


Shinigami. Death Note.

L e Light de Death NoteEstá obra dispensa elogios. Um livro da morte cai no colo do estudioso Light. Ele descobre que o artefato pode ser usado para matar quem ele desejar. Isso chama a atenção da polícia e o misterioso detetive L passa a caçá-lo. Um dos clássicos do anime/mangá japonês, mas em hipótese alguma ligue isso ao filme produzido pela Netflix.

Aliás, Shinigamis são deuses na morte, na cultura japonesa. Eles estão entre demônios e espíritos, e sua missão é buscar os mortos para leva-los a seu julgamento final.

 

 

 


Paranormal. Shinsekai Yori.

Shinsekai YoriEste anime foi indicado pelo nosso redator Gabriel Mattos. Depois da ascensão de pessoas com poderes psíquicos o mundo virou de cabeça para baixo. Da destruição surgiu uma cidade utópica, onde vive a jovem Saki e seus amigos, Satoru, Maria, Mamoru e Shun. Numa viagem ao campo eles descobrem o passado obscuro de seu mundo perfeito. Poderes despertam no grupo e eles tem que lidar com suas mudanças assim como o medo que paira no ar.

 

 

Gostou da lista? Faltou alguma obra? Vai maratonar esses animes? Comenta aqui em baixo pra gente!
Show Full Content
Previous Otherlife: Crítica do novo filme australiano da Netflix
Next Overdose de Overwatch na Blizzcon 2017! Novo curta, herói e mais
Close

NEXT STORY

Close

Jessie J e sua inédita Think About That

15 de setembro de 2017
Close