Desde que a Humble Bundle começou a publicar jogos indies, tivemos o surgimento de verdadeiras obras-primas, como o aclamado A Hat in Time. Outro jogo que foi apadrinhado pela Humble é o menos conhecido Ikenfell. Trata-se de um promissor RPG que vai se passar em uma escola de bruxos. Basta uma olhadinha rápida para se apaixonar pelo estilo do jogo. Com músicas pelo mesmo duo responsável por Steven Universe, Ikenfell promete ser um dos grandes jogos indies do ano que vem.

Arte por @neptuneboneface
Arte por @neptuneboneface

Aproveitando que estamos no clima de Halloween, conversei com o criador do projeto  – o canadense Chevy Ray  para trazer pra vocês em primeira mão um pouco do que vai estar no jogo. O cara é super up vibes e falou desde como anda o desenvolvimento do jogo até a sua preocupação com diversidade. Dá uma olhada no que ele me contou.

Uma história de magia e mistérios

Como todo bom JRPG, a história de Ikenfell promete ser empolgante, cheia de reviravoltas e mistérios em suas quase 20 horas de duração. No jogo você será Maritte, uma humana incapaz de usar magia que vai parar na escola de bruxaria Ikenfell em busca de sua irmã Safina. Ela desapareceu enquanto estudava em Ikenfell e todos na escola parecem decididos a não falar sobre isso. Suspeito não? Sua missão será descobrir o que aconteceu com sua irmã enquanto faz amigos e sofre com as dificuldades de não ser uma usuária de magia em uma escola de magia.

Perguntamos a Chevy o que ele já podia nos adiantar sobre o jogo e, apesar dele não poder revelar muito, ele falou um pouquinho do que podemos esperar. O jogo terá um grande foco na história, mas serão os personagens que irão roubar a cena. Esperem personagens bem coloridos com bastante romance, conflito e recompensas. De jogabilidade, podemos esperar uma mecânica de combate familiar mas cheia de novidades, com batalhas desafiadores e chefes que vão levar os personagens a seus limites enquanto lutam com seus próprios demônios.

Os personagens dão um sabor único a aventura

As várias fontes de Ikenfell 

A campanha principal de Ikenfell deve durar umas 20 horas. Como já mencionado, o jogo conta com um sistema de combate um pouco diferente do tradicional. Ele usa um sistema de turnos sim, mas dá o seu próprio toque com mecânicas de timing. As maiores influências de Chevy para jogabilidade foram clássicos RPGs da Nintendo, como Paper Mario, Mario & Luigi e Mother 3 (sequência de Earthbound). Mesmo servindo como inspiração, Ikenfell não copia seus antecessores. “Eu estava com as ideias para todas as mecânicas do jogo na minha cabeça há um bom tempo.” conta Chevy. “Fiz protótipos para vários jogos de RPG de turno e este [jogo] é a junção das melhores ideias destes protótipos.”

O combate bebe de várias fontes para trazer algo novo

Outros jogos ajudaram a dar o tom do jogo, dentre eles Chrono Trigger, Mega Man Battle Network e Fire Emblem, já a ideia para a história surgiu da literatura. Carry On e Harry Potter  foram essenciais para convencê-lo de que uma escola de magia seria o lugar ideal para um JRPG. Para quem não conhece, Carry On é um livro que conta um romance gay entre um jovem bruxo e seu melhor amigo vampiro que rapidamente se tornou um best seller na América do Norte. Assim como Harry Potter, ambos os livros mostram como é lidar com a adolescência em uma encantadora escola de magia.

Diversidade impera em Ikenfell

Se já não estivesse claro pelo poster oficial, só ver uma das principais inspirações de Ikenfell para perceber seu comprometimento com a diversidade de seu elenco. Assim como Steven Universe, desenho favorito de Chevy, Ikenfell tem um elenco majoritariamente feminino, o que é bastante raro em jogos de ação. O jogo vai ainda além trazendo personagens de diversas etnias e orientações sexuais.

Toda essa diversidade do título é intencional. Quando perguntamos Chevy se era importante para ele que o elenco fosse diverso, ele prontamente respondeu: “É importante sim, porque uma história não é divertida se todo mundo for igual.” Os personagens foram pensados para serem bem diferentes entre si. “Os personagens são diversos em personalidade, talento, habilidades, experiência, idade, gênero, origens e, é claro, em raça. Quando você tem um elenco muito unido, as diferenças entre os personagens é o que geralmente move a história e o que a torna mais interessante.” completou ele.

Diversidade impera em Ikenfell
Negras, brancas, garotos e garotas. Tem lugar para todos em Ikenfell. Já temos até um possível casal gay à vista.

A armada de Chevy

Tão mágica quanto o próprio jogo é a equipe por trás dele. Chevy tem trabalhado no jogo desde janeiro de 2016 e nestes dois anos pessoas incríveis se juntaram a ele. Dentre os mais famosos da equipe de Ikenfell temos os próprios compositores de Steven Universe Aivi & Surasshu, que são responsáveis pela música aqui também.
Os efeitos sonoro estão a cargo de Em Halberstadt e sua equipe, que já trabalhou em outros jogos indies como A Night in the Woods. Chevy está responsável pela programação, roteiro e até a arte do jogo. Hunter Russell está ajudando com as animações, especialmente as de batalha que Chevy tem uma certa dificuldade. John Polson é o cara que está ajudando ele com toda parte burocrática que lançar um jogo exige. Junto com a galera da Humble Bundle ele está negociando o lançamento com a Steam e consoles. Será que teremos um lançamento para Nintendo Switch vindo por aí? Apesar de o jogo não estar confirmado para consoles é uma grande vontade de Chevy.
Por fim, Chevy nos contou que ele também começou a trabalhar com vocalistas, cantoras e musicistas em coisas super maneiras que ele não pode revelar ainda. Será que teremos novos hinos dignos de rivalizar com nosso amado Steven Universe no horizonte? Fica no ar o mistério, mas assim que tivermos mais detalhes vamos trazer para vocês.
Terminados a entrevista cheios de expectativa para o jogo. Se tudo ocorrer bem, Ikenfell deve chegar só na metade de 2018. Ainda tem muito chão pela frente e até lá nos resta sonhar com esses personagens maravilhosos que habitam a mágica Ikenfell. Com a promessa de ser um sucesso, Ikenfell vai ser O jogo para o próximo Halloween.
Show Full Content
Previous Lista: 6 jogos para entrar no espírito do Halloween
Next Livros macabros para entrar no clima de Halloween
Close

NEXT STORY

Close

10 vezes que Beyoncé cantou sobre feminismo e ninguém percebeu

4 de setembro de 2017
Close