Tudo começou com Koushun Takami. Este nome pode não significar muito para você, mas ele foi responsável por criar um novo estilo de narrativa: Battle Royale. A origem? Seu livro homônimo, lançado em Abril de 99. A história narra um governo distópico, que usa a mídia para amedrontar seu povo. O plano foi colocar um grupo de alunos numa ilha abandonada, com a missão de matar seus colegas e sobreviver a uma batalha por suas vidas. Apenas um sairia vivo. Eu sei, isso te lembra um certo filme, envolvendo uma linda atriz de hollywood, e dois galãs a disputando. Battle Royale foi sucesso de vendas e crítica no Japão, e mesmo não tendo a mesma visibilidade no ocidente, inspira até hoje jogos, livros, filmes e até animes.

A premissa é simples. Um evento ou situação leva um grupo de pessoas a disputarem entre si. Conhecemos cada personagem separadamente, e vamos nos apegando a eles. Eles tem seus sonhos, objetivos e personalidades distintas. No campo de batalha cada um tem sua estratégia para sobreviver: tramoias, alianças ou pura força bruta. Cabe a nós torcer pelos nossos preferidos e tentar não surtas com as reviravoltas.

Neste clima de pré-halloween, fizemos uma lista de obras para quem ama ver personagens se enfrentando até a morte. Confira:

 

Playerunknown’s Battlegrounds

Battle Royale - Playerunknown's Battlegrounds

Já falamos deste jogo aqui. Um dos jogos mais disputados da BGS deste ano, Battlegrounds foi um sucesso na Steam, e agora ganhará uma versão para Xbox One. O criador, Brendan Greene, confirmou que se inspirou em Battle Royale para desenvolver seu jogo. Nele, vários jogadores caem numa ilha cheia de armas e recursos, e você precisa sobreviver até o fim. Uma das promessas pro Game of The Year.

 

Fortnite: Battle Royale

Fortnite - Battle Royale

MOBAs em geral são um grande mata-mata. A Epic Game não quis ficar de fora e desenvolveu o Fornite. Neste sandbox, você e outros três jogadores criam um forte, armas e recursos para sobreviver a hordas de zumbis. Em Setembro um modo novo foi lançado: Battle Royale. A daí surgiu uma leve treta: o estúdio BlueHole de Battlegrounds acusou a Epic Games de plágio. No modo 100 jogadores se enfrentam num campo com poucos recursos. Lembrando que GTA também fez um modo semelhante, chamado Last Man Standing, e não foi levado a justiça. Confira o trailer do modo:

Juuni Taisen

Battle Royale - Juuni Taisen

Fazia tempo que um anime não me empolgava tanto. O plot é simples: 12 mercenários representam cada um dos signos do Horóscopo Chinês. Eles lutam entre si até restar um ganhador, que terá seu maior desejo realizado. Não espere uma disputa limpa. Vemos os participantes fazendo de tudo para derrotar seus oponentes. Quando menos você espera alguém está sangrando até a morte no chão. É engraçado ver como as pessoas na internet estão acompanhando o anime, torcendo pelos seus personagens preferidos, e até fazendo bolões sobre quem irá vencer.

Fate

Battle Royale - Fate

Talvez está franquia seja a maior inspiração para o titulo anterior. Uma das visual novel de maior sucesso do Japão, Fate levou o Battle Royale a um novo patamar. Todos seus jogos se baseiam no mesmo roteiro: um grupo de magos invoca heróis lendários para disputarem uma guerra pela santo graal. Cada um deles representa uma classe de guerreiro: Arqueiro, Assassino, Conjurador, Cavaleiro, etc. Fate Stay Night é a obra mais famosa, em que Shirou sobrevive a última Guerra do Graal, e acidentalmente entra nesta disputa ao lado de Saber.

Mahō Shōjo Ikusei Keikaku

Battle Royale - Mahō Shōjo Ikusei Keikaku

Mahou Shoujo te faz lembrar de coisas fofas, não? Tire isso da sua cabeça. Talvez seja um spoiler o que vou dizer, mas este anime sobre garotas mágicas é um Battle Royale. Um jogo se populariza e acaba transformando jovens meninas em poderosas garotas mágicas. Elas enfrentam bandidos e salvam gatos de cima de árvores, mas nem tudo é perfeito. A entidade que controla o jogo decide que existem muitas garotas, e então vai se livrar de metade delas. E como isso é decidido? Através de um ranking, em que as últimas colocadas perdem sua vida. As garotas mágicas passam a lutar entre si para roubarem os pontos uma das outras e sobreviver a mais uma semana. Sim, tem nada de fofo aqui.

Menção Honrosa: Jogos Vorazes

Battle Royale - The Hunger Games

Este seria quase uma copia, se não fosse pelo fato da autora nunca ter lido ou ouvido falar da obra de Koushun Takami antes de lançar o livro, mas ainda sim não tira o mérito do grande sucesso de vendas de livro e bilheteria. A história de Katniss Everdeen, a pobre garota do Distrito 12, que entra numa disputa mortal no lugar de sua irmã. A obra de Suzanne Collins aborda política, ideologias, o poder do estado e como a mídia controla a opinião pública. Sem contar que o filme foi o pontapé da premiada carreira de Jennifer Lawrence. Apesar de semelhante a Battle Royale em diversos pontos, Jogos Vorazes é menos violenta,  sendo mais uma história sobre revolução e mudança, do que, simplesmente, matança.

 

Conhece mais alguma obra inspirada neste gênero? Curte alguma dessas obras? Conta aqui pra gente!

Show Full Content
Previous Placeat molestias dignissimos placeat soluta quisquam voluptas
Next Crítica – Thor: Ragnarok é o Melhor do Deus do Trovão
Close

NEXT STORY

Close

X-Men: A Saga da Fênix Negra

26 de abril de 2019
Close