Não é todo dia que vemos animações feitas para a família com um conteúdo abertamente LGBT.
Talvez o caso mais aberto da atualidade seja a animação Steven Universe, do canal pago Cartoon Network, então é bem surpreendente se deparar com iniciativas como o curta LGBT “In a Heartbeat”.

In a Heartbeat é um curta que começou como um projeto final de dois amigos, Beth David e Esteban Bravo, da faculdade americana Ringling College of Art and Design. A dupla resolveu lançar uma campanha no Kickstarter, famoso site de crowdfunding, para arrecadar fundos e acabou arrecadando quase cinco vezes mais do que precisavam. Depois de um bom tempo em desenvolvimento, o curta foi lançado ao público dia 31 de agosto no Youtube e pode ser visto na íntegra abaixo:

A premissa do curta é simples. Ele conta a história de Sherwin, um garoto em idade escolar que se vê apaixonado pela primeira vez e não sabe como lidar com esses sentimentos. O objeto de sua paixão é outro garoto, chamado Jonathan, e sem saber como lidar com seus sentimentos, Sherwin tenta reprimir suas emoções enquanto o seu coração persegue Jonathan por toda escola.

A história do curta é bastante clara e bem desenvolvida, de modo que até os pequenos conseguem compreender que se trata do mais puro e inocente amor entre dois garotos. O filme se esforça em mostrar em seus poucos minutos de duração as dificuldades de se assumir um relacionamento gay ainda na escola e o medo de rejeição que vem atrelado ao mesmo. A linguagem visual que os diretores encontraram para comunicar os sentimentos do protagonistas são bem criativas e transmitem sem a necessidade de palavras todo o descontrole do protagonista diante a seus sentimentos, tornando fácil ao espectador simpatizar com seus dilemas.

No lado artístico, o curta nos apresenta um estilo visual encantador que conversa muito bem com o enredo leve e fofo. O modelo dos personagens é muito bem trabalhado e os cenários são bem agradáveis nos planos mais abertos. Entretanto quando há algum close nos personagens, para os olhos mais atentos pode ficar evidente as texturas apressadas que foram dadas ao cenário, evidenciando o orçamento reduzido do curta.

De modo geral, é bem animador ver uma animação explicar de forma tão simples e em poucos minutos o que parece tão difícil para tantos adultos entender. Com uma animação cativante, In a Heartbeat nos mostra que o amor é algo inocente e incontrolável que não vê gênero ou cor.

Show Full Content
Previous Netflix anuncia série original de Cavaleiros do Zodíaco
Next Os Melhores Filmes de Terror de Todos os Tempos
Close

NEXT STORY

Close

Evento de Halloween para Overwatch começa semana que vem

5 de outubro de 2017
Close